• "O lugar não muda o espírito e não faz ninguém santo se não se aspira a santidade imitando o exemplo de Cristo”.

    Frases de São Paulo da Cruz
  • "O amor tudo ensina, pois a dolorosíssima Paixão é obra de infinito amor”.

    Frases de São Paulo da Cruz
  • "Jamais vos faltarão cruzes e, quanto mais se progride no serviço de Deus, mais aumenta o sofrimento. Assim foi a vida de Cristo e será a dos seus servos”.

    Frases de São Paulo da Cruz
Onde você está > passionistas > fundador

Nosso Fundador

São Paulo da Cruz - Fundador da Congregação da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo: Passionistas.Paulo Francisco Danei nasceu em Ovada-Itália, no dia 3 de Janeiro de 1694. Lucas e Ana, seus pais, eram cristãos exemplares e muito devotos da Paixão de Jesus. Durante a juventude ajudou o pai no comércio. Chamado por Deus a seguir os exemplos de Cristo crucificado, em 1720 vestiu o hábito religioso, dedicando-se inteiramente ao ascetismo e ao apostolado. Foi ordenado sacerdote pelo Papa Bento XIII durante a sua permanência em Roma onde, temporariamente, se dedicou ao serviço dos doentes, e recebeu a licença pontifícia para começar a reunir companheiros para a nova Congregação Religiosa.

Retirando-se para a solidão no Monte Argentário, juntamente com seu irmão, o Venerável Padre João Batista de São Miguel Arcanjo (João Batista Danei), fundou, por inspiração divina, a Congregação da Paixão de Jesus Cristo, cujo fim principal é meditar e anunciar a Sua paixão e morte. Com a mesma finalidade fundou também o Instituto das Religiosas da Paixão, de vida contemplativa. Pregador incansável da Palavra da Cruz, Superior exímio da Congregação, modelo sublime de penitência e de contemplação, iluminado diretor espiritual, é considerado o maior místico do século XVIII. Morreu em Roma a 18 de outubro de 1775. Foi canonizado pelo Beato Papa Pio IX em 1867. Sua festa é dia 19 de outubro.

Fontes: Missas próprias e ritual da profissão religiosa. Coimbra-Portugal: Edições Passionistas, 2010, p. 60;

Paixão pela vida – Orações, preces e súplicas. Família Passionista: Brasil, s/d, p. 41.