• "Jamais vos faltarão cruzes e, quanto mais se progride no serviço de Deus, mais aumenta o sofrimento. Assim foi a vida de Cristo e será a dos seus servos”.

    Frases de São Paulo da Cruz
  • "A alegria está no interior e não na agitação externa".

    Frases de São Paulo da Cruz
  • "O lugar não muda o espírito e não faz ninguém santo se não se aspira a santidade imitando o exemplo de Cristo”.

    Frases de São Paulo da Cruz
Onde você está > passionistas

Sobre a congregação

São um grupo de cristãos, sacerdotes e leigos, que vivem em comunidade fraterna, dispostos a anunciar aos homens e às mulheres do nosso tempo o Evangelho de Cristo. Esta comunidade de apóstolos foi fundada por São Paulo da Cruz (Paulo Francisco Danei: 1694-1775) na Itália, no ano de 1720.

O Fundador descobriu na Paixão de Jesus Cristo "a maior e a mais admirável obra do amor divino" e a revelação do poder de Deus que elimina a força do mal com o dinamismo da Ressurreição.

Paulo da Cruz confiou aos seus seguidores a tarefa de anunciar aos seus contemporâneos o amor de Deus por cada pessoa, manifestado na Paixão e Morte de Cristo e tornado vitorioso pela Ressurreição.

Os Passionistas comprometem-se, através de um voto especial, a promover a memória da Paixão de Cristo (Memoria Passionis) com a palavra e com a própria vida. Procuram fazê-lo, sobretudo, com a pregação e com a sua presença junto dos pobres e dos marginalizados por qualquer razão; enfim, junto de todos os "crucificados" do mundo atual.

Outra característica importante dos Passionistas é a vida comunitária. Na fraternidade passionista tudo é comum e a mesma dedica um grande espaço de tempo à oração e à contemplação. Os Passionistas são, por assim dizer, contemplativos ativos; ou seja, unem de modo criativo a contemplação com a sua atividade pastoral.

Os Passionistas, atualmente, são mais de dois mil. Estão presentes em 56 nações dos cinco continentes. São governados por um Superior Geral, eleito para um mandato de seis anos, tendo como ...

Nosso Patrono

São Paulo da Cruz - Fundador da Congregação da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo: Passionistas.Paulo Francisco Danei nasceu em Ovada-Itália, no dia 3 de Janeiro de 1694. Lucas e Ana, seus pais, eram cristãos exemplares e muito devotos da Paixão de Jesus. Durante a juventude ajudou o pai no comércio. Chamado por Deus a seguir os exemplos de Cristo crucificado, em 1720 vestiu o hábito religioso, dedicando-se inteiramente ao ascetismo e ao apostolado. Foi ordenado ...

Santos(as) Passionistas

Santa Maria Goretti

Santa Maria Goretti (Corinaldo, AN, Itália, 1890 – Nettuno, RM, Itália, 1902) é considerada a mártir da castidade por ter preferido morrer apunhalada a ter deixado ser violada. Antes de morrer, Maria Goretti perdoou o seu agressor. Foi canonizada por Pio XII em 1950. Os seus restos mortais descansam no santuário dos Passionistas em Nettuno.

Beato Pio Campidelli

O beato Pio de S. Luís, nascido Pio Campidelli, nasceu a 29 de Abril de 1868 em Trebbio, Diocese de Rimini, na Itália, filho de agricultores. Tendo conhecido os Passionistas através de uma missão popular, em 27 de Maio de 1882, vestiu o hábito da Congregação da Paixão a 30 de Abril de 1884 e fez a sua profissão religiosa no Noviciado de Santa Maria Casale. Abraçada com fervor a austera ...

Beato Isidoro De Loor

O beato Isidoro de Loor, na vida religiosa «Isidoro de São José», nasceu no dia 18 de Abril de 1881 em Vrasense, Flandres Oriental, Diocese de Gent, na Holanda. Filho de agricultores, amou apaixonadamente o trabalho do campo e a ele se dedicou até que, chamado por Deus aos 26 anos de idade, entrou para o Noviciado passionista de Ere como Irmão. Depois da profissão religiosa, a 13 de ...

Santo Inocêncio Canoura Arnau

Santo Inocêncio da Imaculada (de batismo, Manuel Canoura Arnau) - Santa Lucía del Valle de Oro, Lugo, Espanha, 1887 – Turón, Astúrias, Espanha, 1934, passionista desde 1905 e sacerdote desde 1913, foi preso e fuzilado por causa da fé cristã durante a chamada “Revolução das Astúrias” (1934), quando se encontrava a celebrar a Eucaristia no Colégio dos Irmãos das Escolas Cristãs ...

Espiritualidade Passionista

  • São Paulo da Cruz reuniu companheiros para viverem em comum e anunciarem o Evangelho de Cristo aos homens. No princípio, chamou-os “Os Pobres de Jesus”, porque a sua vida havia de estar fundamentada na pobreza evangélica, tão necessária para observar os outros conselhos evangélicos, perseverar na oração e anunciar incessantemente a Palavra da Cruz. Quis que os seus seguidores levassem uma vida "conforme à dos Apóstolos" e ...